Shofar importado de Israel

Profético ou Judaico?

29/06/2008 00:11

 

 

Profético não quer dizer Judaico

Antes de mais nada, gostaria de dar algumas definições do que quer dizer a palavra profético:

Profético vem de profetas, sendo o termo mais antigo encontrado na raiz original do hebraico que é "Roeh" que quer dizer vidente, e também encontramos a palavra "Nabi" ou "Navi" do hebraico, que quer dizer: "aquele que fala, um porta voz, aquele que levanta-se ou vir à luz".

Hoje é normal ouvirmos falar sobre "Ministério Profético, Geração de Profetas, Atos Proféticos, Shofar Profético, Dança Profética ,etc."

Creio no profético e no que Deus tem feito em nossos dias ; e também em alguns princípios do Judaísmo, mas não por serem judaicos e sim por serem bíblicos. Porém, não posso deixar de observar também que, em nossos dias muitos têm confundido o profético com o judaico, e isso podemos observar facilmente pelas doutrinas e legalismos ensinados, em nome do profético, características em vestimenta, simbologia e tradicionalismo judaico.

Para que você não me entenda mal, não é meu intuito agredir o judaísmo, e nem congregações judaicas sérias, por isso, vou descrever um pouco do meu histórico.
Hoje minha esposa e eu fomos ministros em tempo integral de um Ministério Profético chamado Casa de Davi (Londrina), porém antes de fazer parte desse ministério éramos membros de uma sinagoga judaico Messiânica que fica em SP ( Bom Retiro), e em particular creio no judaísmo messiânico como ferramenta do Senhor para o povo judeu aceitar a Jesus, como o Messias.

Os princípios pregados no judaísmo messiânico são princípios do Reino de Deus, e disso não tenho dúvida ! Fui atraído para o movimento judaico messiânico por uma orientação do Senhor, afim D’Ele me reensinar alguns princípios bíblicos de vida , além do fato de eu ter uma raiz judaica em minha família.

Dentro do judaísmo sempre cri e buscava viver também o contexto profético pelo qual, creio ter um chamado. Porém com o passar do tempo, "eu" comecei a me deixar levar pelas maravilhas do judaísmo, como: significados dos símbolos, tradição, liturgia, vestimentas com kipá e talit, e mais uma série de coisas que eram fascinantes aos meus olhos. Repito : "eu me deixei levar". Essa foi uma época que aprendi MUITO e, isso foi bom, mas, por outro lado, me via já mais como um judeu tradicional do que um Filho de Deus que busca ouvir a Sua voz e obedecer de todo coração.
Dentro desse contexto que vivi, vi e ouvi muitas pessoas que assim como eu, tinham um chamado profético e por alguma razão, se envolveram com o judaísmo; e com isso perdendo o foco pelo qual foram chamados inicialmente. Vi e ouvi pessoas dizendo que para andar no profético, elas tinham que se tornar judeu de alguma forma.
Meditando sobre isso, e me perguntando o por quê isso acontece, foi que comecei a observar algumas coisas:

 

 

Por que isso acontece? Por que a tendência de certas áreas do Profético se identificar com o Judaico?


1º - Um profeta, nos tempos antigos sempre se levantava quando o povo tinha se desviado do Senhor. Assim como em Isaías - Cap. 1.
Alguns dos motivos pelo qual o povo se desviava, era porque tinha quebrado a aliança com Senhor, deixando a adoração e intercessão e não cumprindo os mandamentos do Senhor. O profeta além de denunciar a quebra dessa aliança e chamar o povo ao arrependimento, sendo um porta voz do Senhor, reensiando os princípios do Reino de Deus, que haviam sidos esquecidos pelo povo, ele também tinha a visão de Deus sobre a época em que ele vivia, vendo assim o estado de pecado que o povo se encontrava, e o profeta sabia as conseqüências desses pecados, e era essa a base de seu reensino e de sua visão profética, por isso, era chamado de vidente, não porque via o futuro, mais sim porque sabia o que aconteceria se houvesse o arrependimento e o que aconteceria se não houvesse o arrependimento, (Lev 26, Dt 28)

Sabendo isso, podemos observar que algumas áreas no mover "profético"(aquelas que enxergam que houve uma quebra de aliança com o Senhor), se identifica com o judaísmo, pelo fato dos judeus viverem ainda hoje alguns princípios bíblicos, que foram perdidos pela igreja durante os anos, e com isso usamos erroneamente a frase : "sair de Roma e voltar à Jerusalém". Não no sentido espiritual , e sim no sentido de voltar para a lei mosaica em si, e rotulamos o profético usando o estereótipo judaico de hoje, ao invés de corresponder com o que o Senhor tem pedido.

2º - O segundo ponto que identifico hoje, é o fato de que Deus tem trazido para a igreja alguns símbolos e instrumentos bíblicos que tinham sidos "esquecidos" por nós, durante os anos, e que por tradição, são usados no judaísmo até hoje, como: Shofar, Menorah, Mezuzah etc. Reconheço que esses instrumentos têm sim, um "significado" profético, e apontam para algo, nos fazendo lembrar da Santidade do Senhor.

Um exemplo disso, é o shofar, em que seu significado primordial é chamar o povo para o arrependimento, e anunciar a vinda do Messias, e isso é profético! Pois vivemos em dias que Deus tem chamado a igreja a um arrependimento e junto está sendo profetizado a vinda de Jesus.

Nesse sentido, tudo ótimo ! Mas, infelizmente não paramos por aí, e talvez por uma carência de nossa alma, ou sentimentos de rejeição, mágoas, traumas e rebeldia que não foram tratadas em nossa vida; vivemos em uma busca desenfreada por coisas "novas" ou coisas que nos tornem "diferentes" e nisso achamos o judaísmo. E, agora, o só corresponder com o Senhor, talvez em algo simples, já não é mais o suficiente, pois queremos chamar a atenção para nós, e buscamos o reconhecimento de homens , comendo assim no prato de Jezabel.
Nota - ( Saber mais sobre quem foi Jezabel e suas obras 1Re Cap 16 – 2Re Cap 9 e Apo 2: 20 )

O Início - O Merchandising Judaico
Há alguns anos atrás, Deus começou a levantar algumas pessoas para fazerem atos proféticos no Brasil, inclusive tocando o shofar, (instrumento que até então era pouco conhecido no cristianismo), e anunciando palavras proféticas sobre nossa nação. Um exemplo foi Mike Shea, com a palavra  "Brasil, tu és escolhido e Rio do Leão" , foi quando o profético começou a tomar mais destaque em nosso "Evangélico / Protestante". Mas com isso, também ,se levantaram pessoas oportunistas (vendedores) que viram uma boa hora de ganhar dinheiro em nome do profético, e através dessas pessoas, foram introduzidas uma série de mentiras, aonde o próprio nome do judaísmo entrou nesse impasse. Tudo em prol de se ganhar dinheiro.

Um exemplo: a pessoa séria que tem uma direção do Senhor de tocar o shofar profeticamente, só que quando ela vai comprar esse instrumento, o vendedor diz: " Mas, pela tradição judaica você não pode tocar o shofar com a cabeça descoberta, e se um judeu vir você tocando o shofar com a cabeça descoberta isso o escandalizará, aproveite e compre também um Talit para não causar escândalo, e com isso você também ganhará uma apostila sobre o Judaísmo, não perca essa oportunidade !! Compre logo o seu shofar e mude sua vida e seu ministério !! " Então a pessoa compra o shofar e o talit, em busca de corresponder com aquilo que o Senhor havia colocado no coração dela, e a apostila que ganhou traz estudos sobre kipah, mezuzah, menorah e os artigos judaicos que ela vende e seus significados fascinantes. Através desse merchandising judaico, somos iludidos, achando que precisamos de tudo isso, para estar dentro daquilo que o Senhor havia pedido inicialmente!

Em muitos casos, acabamos perdendo o foco do profético para o judaico, e ao em vez de só corresponder com o Senhor, ouvindo e obedecendo Ele de todo coração. Ficamos cercados de regras e presos a tradições, e o oportunista que introduz isso , está ganhando seu dinheiro em nome do "profético" vendendo artigos judaicos e uma doutrina mentirosa que nem judaica é. (Interessante, leia nosso artigo Mitos e verdades sobre o Shofar, e você verá o quanto isso foi distorcido)


Uma contradição do "Profético Judaico"


Para aqueles que se identificam com o Ministério Profético, digo: você não precisa ter o estereótipo do judaísmo e nem buscar seguí-lo em suas tradições ! Até mesmo porque o judaísmo tradicional não crê que exista Profetas ou um mover profético nos dias de hoje. Isso acaba sendo contraditório, pois para os judeus tradicionais a era profética acabou há 23 séculos, não esquecendo também o fato de que há séculos eles vivem uma vida sem Jesus.
Reconheço, assim como Paulo diz em Romanos 11, de que Deus não rejeitou o povo judeu, e também que Deus está preparando esse povo para receber a Jesus como Messias.

Quero declarar: "o povo judeu é um povo escolhido por Deus !" Porém suas tradições não podem ser o padrão para nossa vida hoje ,muito menos para o profético! Não podemos deixar de observar também. que é fácil encontrar muitas contradições entre a tradição judaica de hoje e a bíblia, mas deixaremos isso para abordar em um outro artigo.
 

 

 

Concluindo

Para você corresponder com seu chamado profético, você não precisa tocar o shofar, usar talit, usar kipa, usar barba ou ter bandeira de Israel em tudo que é canto. Sei que é essa a imagem vendida em nome do Profético, e vemos isso em muitos sites, livros, revistas, etc.

Mas não se deixe iludir por esse merchandising ! A não ser que Deus peça isso de você para um fim específico. Caso contrário , você não precisa dessas coisas ! Só busque ouvir o Senhor e corresponder com que Ele te pede.
Em um artigo, da Revista Fé Cristã, Mike Shea, líder do Min. Casa de Davi diz assim: " Vamos entender o "profético" para poder entender o que o Espírito Santo está falando. Vamos definir o "profético" como aquilo que Deus faz e fala para se dirigir ao ser humano para expressar os seus pensamentos, sentimentos, desejos, determinações, e propósitos para com os habitantes da terra. Neste sentido, o "profético" traz à terra o que está no céu. Isso é coerente com o propósito de Deus em estabelecer o Seu reino aqui na terra. Lembramos que Jesus orou: Venha Teu reino, seja feita a Tua vontade assim na terra como no céu. Esta frase revela que é a vontade de Deus estabelecer o Seu reino na terra e Ele irá fazer isso. O reino/governo que Ele tem no céu será estabelecido na terra. O profético traz à terra o que está no céu. O propósito de Deus no profético é de propor uma visão, gerar uma expectativa..."

Creia irmão, quer corresponder com seu chamado profético ? Então corresponda com o Senhor, assim como Jesus, tenha olhos para ver e ouvidos para ouvir o Pai, e um coração inclinado a obedecer.
Em João 5: 19 Jesus disse: " Em verdade, em verdade vos digo que o Filho de si mesmo nada pode fazer, senão o que vir o Pai fazer; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente."

O profético fala de trazer o Reino de Deus para a terra, fala de uma troca de governo em nossas cidades, em que Deus passa a governar e não mais as trevas, fala de uma expectativa de estar com Jesus 24 horas por dia, ser profético, ou fazer parte de uma geração de Profetas vai muito mais Alem do status de se dizer ministro ou de ter a imagem de um homem barbudo tocando seu maravilhoso shofar gigante, e com sua cabeça coberta por um manto (talit) e atrás dele uma bandeira de Israel.
Como falei em meu pequeno histórico de vida, creio em princípios bíblicos, e grande parte deles estão no judaísmo, e reconheço o quão importante e proféticas são as comunidades judaico messiânicas em nossos dias. Vim desse contexto, entenda ! Não sou contra ninguém que por uma direção do Senhor, tem sido levado a estudar ou restaurar alguns princípios bíblicos em sua vida, sejam eles judaicos ou não.

O que sinto incomodado em meu espírito é de ver muitos irmãos que têm um chamado profético e através do Marketing judaico e sua ilusão, estão sendo tragados pelo Espirito de Jezabel, buscando reconhecimento, manipulando e usando mascaras, se envolvendo então com o tradicionalismo e religiosidade, e começando a "se achar judeu" em nome do profético, perdendo assim o foco principal, de ser FILHO de Deus, e de ser guiado somente pelo Espirito Santo como diz em Romanos 8: 14.

Lembrando também do que esta escrito em Galátas 5: 18 Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. 
 

Que possamos entender o Principio de "ser guiado pelo Espirito Santo" !!, pois se não somos guiados por ELE, somos guiados por outro espirito que não é santo, entendendo que no mundo espiritual não existe um campo neutro.

 

Que possamos como geração de profetas nós preocupar mais com o Reino de Deus estabelecido aqui terra, do que com status e imagem própria !
 

Profetas: Nada temos a fazer sem que tenhamos visto o Pai fazer, e não temos nada a falar sem que tenhamos ouvido o Pai dizer.



Leo Marivil / Kol Shofar

 

Contato

Kol Shofar

portalkolshofar@gmail.com

Facebook - facebook.com/PortalKolShofar
Blogs:
www.kolshofar.wordpress.com

Entre em contato conosco !

Whats e Telefone de atendimento
(11) 951274423

Pesquisar no site

Esse é Portal  Kol Shofar - O maior Portal em Portugues sobre Shofar.
Quase 10 anos no Ar - Mais de 1600 shofares espalhados pelo Brasil e também "Japão, Mexico, Argentina, Chile, Uruguai, Inglaterra" 
 

© 2008 All rights reserved. Todos direitos Reservados a Kol Shofar.

Crie um site grátisWebnode

OS MELHORES SHOFARES DO MUNDO AQUI!